Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Veículos
22/07/2017 09:13:00
Ford revela a picape certificada para perseguição policial
A picape é baseada em modelo off-road e tem tração nas quatro rodas para uso em qualquer tipo de terreno.

Terra/PCS

Imprimir
Ford revela a picape certificada para perseguição policial (Foto: Divulgação)

A Ford revelou nesta sexta-feira, 21, a F-150 Police Responder, primeira picape certificada para perseguição policial nos Estados Unidos. A picape conta com o potente motor EcoBoost de 3,5 litros, que entrega mais potência e torque que qualquer outro carro de polícia - 375 cv e 65 kgfm, respectivamente – e pode chegar a 160 km/h de velocidade máxima. Com tração nas quatro rodas para uso em todo o tipo de terreno.

Baseado no modelo off-road F-150 FX4, o novo veículo tem a carroceria reforçada com aço de alta resistência. A cabine dupla usa liga de alumínio de grau militar e pode transportar confortavelmente até cinco pessoas.

Ford revela a picape certificada para perseguição policial (Foto: Divulgação)

A F-150 Police Responder recebeu aprimoramentos que incluem sistema de freio e velocímetro calibrados com informações da polícia. As rodas de liga leve aro 18 são calçadas com pneus todo-terreno. Os bancos e o assoalho têm acabamento em vinil para facilitar a limpeza.

Para o bom funcionamento dos vários dispositivos elétricos a bordo, a picape conta com um alternador de 240 amperes. O para-choque dianteiro é reforçado para suportar o choque da picape contra um veículo em fuga que possa ser interceptado. O engate traseiro classe IV tem capacidade para rebocar até 3,1 toneladas.

“Além da sua capacidade de perseguição na estrada, a picape pode atuar em serviços de patrulha off-road em ambientes rurais ou nas extensas fronteiras", afirma Stephen Tyler, gerente de marketing para veículos policiais da Ford.

Foto: Divulgação

A F-150 Police Responder junta-se à mais ampla linha de veículos policiais da indústria norte-americana, que inclui, entre outros modelos, o híbrido Ford Fusion Police Responder, apresentado em abril.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias