Quinta-Feira, 19 de Setembro de 2019
Veículos
04/03/2019 16:32:00
Volvo limitará velocidade máxima de seus carros em 180 km/h

G1/LD

Imprimir

A Volvo anunciou nesta segunda-feira (4) que vai limitar a velocidade em todos os seus carros novos a 180 km/h, reforçando suas credenciais de segurança e buscando cumprir uma promessa de eliminar as mortes de passageiros até 2020.

Enquanto a Volvo fez progressos em seu programa "Visão 2020", que tem como meta zerar o número de mortes ou ferimentos graves em acidentes com modelos da marca, o presidente-executivo Hakan Samuelsson disse que é improvável alcançar os objetivos sem medidas adicionais que interfiram no comportamento do motorista.

"Percebemos que, para fechar a lacuna, precisamos nos concentrar mais nos fatores humanos", disse Samuelsson à Reuters. A Volvo não detalhou os dados, mas disse que as mortes de seus passageiros já estavam bem abaixo da média do setor antes do anúncio do objetivo em 2007.

Além da limitação de velocidade, a Volvo também planeja implantar tecnologias usando câmeras que monitoram o estado de atenção do motorista para evitar que as pessoas dirijam enquanto estão distraídas ou alcoolizadas, duas outras grandes causas de acidentes, disse Samuelsson.

A empresa busca ainda por um sistema de "conversa" entre as fabricantes e os reguladores para que os limites de velocidade sejam ainda menores em áreas com grandes quantidades de pedestres sensíveis, como escolas.

"Não podemos agradar a todos"

Embora os compradores da Volvo costumem escolher a marca pela segurança, Samuelsson admitiu que a limitação de velocidade poderia ser negativa para alguns em mercados como a Alemanha, onde os motoristas trafegam a 200 km/h ou mais nas famosas autobanhs sem limites de velocidade.

"Não podemos agradar a todos, mas achamos que atrairemos novos clientes", disse o presidente-executivo, lembrando que a implantação de cintos de segurança de três pontos, lançados pela Volvo em 1959, foi inicialmente criticada por alguns como intrusiva.

"Eu acho que os clientes da Volvo na Alemanha vão perceber que estamos fazendo isso pela segurança", disse ele.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias