Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018
Cidades
25/10/2018 12:20:00
Com cinco mil habitantes, Alcinópolis recebeu R$ 3,3 milhões para habitação
Governador Reinaldo Azambuja, candidato à reeleição, entregou 54 moradias no município

Da assessoria/PCS

Imprimir

Com população estimada de 5,1 mil habitantes (IBGE), o município de Alcinópolis, no Norte de Mato Grosso do Sul, recebeu na gestão do candidato à reeleição ao Governo de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), investimentos de R$ 3,3 milhões no setor habitacional. Foram 54 moradias entregues à população em três anos e meio de mandato.

Do total de casas, 50 foram construídas no Residencial Bom Retiro I por meio do programa Minha Casa, Minha Vida – parceria entre Estado, União e Município. As outras quatro unidades habitacionais foram feitas pelo programa Casa de Polícia, com recursos estaduais e municipais.

“Nosso governo faz investimentos nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. Vamos continuar trabalhando para o crescimento da cidade e benefício das pessoas”, garante Reinaldo Azambuja.

100% saneada

Alcinópolis passará a integrar, em breve, uma restrita lista de cidades brasileiras que possuem 100% de cobertura em saneamento básico. Isso porque está em construção na cidade 17,5 mil metros de rede coletora de esgoto e 649 ligações domiciliares.

“Hoje são raríssimas as cidades que possuem essa cobertura”, destacou o presidente da Sanesul, Luis Rocha. Em 2017 foram entregues na cidade a Estação de Tratamento de Esgoto e outras 676 ligações domiciliares. Com isso, a rede de saneamento está presente em toda a cidade.

Rocha lembrou ainda que estudos recentes feitos na União Europeia revelam que a cada real investido em saneamento, R$ 9 são economizados na Saúde. “E o governo tem feito grande esforço para melhorar o saneamento por todo o Estado”, explicou.

Para a cidade, o Governo prepara o recapeamento das vias Averaldo Fernandes Barbosa; Verônica Maria de Jesus; Jucelino Ferreira Carvalho; Darlindo José Carneiro; Lino de Oliveira; Luiza Rezende Silva; Frei Gilberto José Moter; Valdeci Souza Barbosa; e Manoel Nunes Ferreira.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias