Domingo, 27 de Setembro de 2020
Política
12/09/2020 11:30:00
Com apoio de Mochi e cogitando Kohl de vice, PDT homologa candidatura de Pedro Ronny

Sheila Forato

Imprimir
Foto: Sheila Forato

O advogado Pedro Ronny Argerin teve seu nome homologado para disputar a prefeitura de Coxim na manhã deste sábado (12), em convenção realizada pelo PDT (Partido Democrático Trabalhista).

Tido como o principal representante do “novo” na política, ele vai carregar o peso (nos dois sentidos da palavra) de ter o apoio do MDB, cuja principal liderança é o ex-deputado estadual Junior Mochi, e de Moacir Kohl, que atualmente preside o PTB.

Kohl inclusive teve o nome citado pelo próprio Pedro Ronny como sendo seu candidato a vice. O Edição MS tentou confirmar a informação com Moacir Kohl, porém, as chamadas para seu celular são direcionadas para caixa postal. Informações extraoficiais dão conta de que ele estaria em sua fazenda, no Mato Grosso.

Se por um lado Pedro Ronny conseguiu o apoio de dois grupos considerados fortes na política coxinense, por outro essas adesões pode enfraquecer seu discurso de novidade, uma vez que Mochi e Kohl, através de seus respectivos grupos, se revezam no poder há mais de 30 anos.

Para entender essa perpetuação no poder nossa reportagem fez a linha do tempo da política coxinense nos últimos 32 anos. Confira:

  • 1.988 – Flávio Garcia foi eleito prefeito de Coxim pelo MDB
  • 1.992 – Moacir Kohl foi eleito prefeito de Coxim pelo MDB
  • 1.996 – Junior Mochi foi eleito prefeito de Coxim pelo MDB
  • 2.000 – Junior Mochi foi reeleito prefeito de Coxim pelo MDB
  • 2.004 – Moacir Kohl foi eleito prefeito de Coxim pelo PDT
  • 2.008 – Dinalva Mourão foi eleita prefeita de Coxim pelo MDB
  • 2.012 – Aluizio São José foi eleito prefeito de Coxim pelo PSB com apoio de Moacir Kohl, que estava no PSB, e do MDB
  • 2.016 – Aluizio São José foi reeleito prefeito de Coxim pelo PSB com apoio do MDB

CANDIDATURAS HOMOLOGADAS

Além de Pedro Ronny, Carlos Zanin também teve seu nome homologado pelo Republicanos para disputar a prefeitura de Coxim, com pastor Ramos de vice. O Rede Sustentabilidade também realizou convenção, indicando Joaquim França para vice de Osiel de Souza, que deve ter o nome homologado na próxima quarta-feira (16).

Coxim conta ainda com outros pré-candidatos, cujas convenções partidárias ainda não aconteceram. A próxima é do PT, na manhã deste domingo (13), que tem Vladimir Ferreira como pré-candidato. A maioria deve fazer na quarta-feira, data limite estipulada pela Justiça Eleitoral. Até lá, lideranças partidárias negociam apoios.

O do PSDB deve ir para Edilson Magro do DEM, assim como do PP. O Podemos também decide se lança Careca candidato a prefeito ou apoia outro projeto. A sigla não tinha incluído escolha de candidato a prefeito e vice no edital de convocação da sigla, porém, fez a correção. Airton da Farmácia (PV) e Carlão da Triângulo (PSD) também são pré-candidatos, mas, ainda não anunciaram apoios.

Editada para atualização.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias