Sexta-Feira, 30 de Outubro de 2020
Política
17/09/2020 19:00:00
Edilson Magro anuncia mandato participativo ao ter nome homologado em convenção

Sheila Forato

Imprimir

Assim que teve o nome homologado na convenção do Democratas, realizada na ACIAC (Associação Comercial, Industrial e Agropostoril de Coxim) na noite desta quarta-feira (16), o candidato a prefeito Edilson Magro anunciou um mandato participativo, caso seja eleito.

“Quero estar nos bairros, junto com os secretários, ouvir qual é a real necessidade de cada região de Coxim. Precisamos valorizar os presidentes de bairros, pois são lideranças que podem auxiliar a administração pública. É quem está lá na ponta, sentindo as dificuldades do dia a dia de cada comunidade”, enfatizou.

Ainda nesse sentido, Edilson falou sobre a importância de ouvir ainda os conselhos constituídos, as associações, entidades e sindicatos, independente da área de atuação. “Uma associação comercial conhece muito mais as necessidades de quem ela representa do que qualquer gestor público. Precisamos estar alinhados”, ponderou.

O democrata também acenou para o principal foco de sua administração, a geração de emprego e renda, principalmente através da fomentação do turismo. Edilson lembrou que Coxim está prestes a perder o título de capital da região norte e que o poder público precisa intervir em várias frentes para evitar essa derrota.

Para tanto, ele pretende buscar ajuda através das lideranças engajadas em seu projeto, como a ministra de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, que é deputada federal por seu partido, assim como do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), cujo partido indicou Flávio Dias, para vice.

“Apoio para alavancar o desenvolvimento de Coxim não nos vai faltar. Basta que tenhamos uma equipe capacitada para elaborar projetos em busca de recursos estaduais e federais para colocarmos em prática tudo que for sonhado por nosso povo. Coxim está prestes a viver um novo momento”, finalizou Edilson.

A convenção do Democratas seguiu todas as orientações da Vigilância Sanitária para evitar aglomerações por conta da pandemia de Coronavírus (Covid-19). Durante toda a semana, o diretório do partido disparou mensagens aos filiados pedindo que apenas aqueles que tinham direito a voto comparecessem ao local, que contou ainda com lideranças dos PP e PSDB e assessores da ministra citada.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias