Sexta-Feira, 30 de Outubro de 2020
Política
17/09/2020 10:01:00
Com sete na disputa, Coxim tem maior número de candidatos a prefeito da história

Sheila Forato

Imprimir

Terminou nesta quarta-feira (16) o prazo imposto pela Justiça Eleitoral para os partidos realizarem as convenções, que definem os candidatos a prefeito, vice e vereadores. Pela primeira vez na história, Coxim vai ter sete candidatos disputando o cargo de prefeito e, a mesma quantidade, de vice. Até hoje o máximo foi cinco.

Foto: Eduardo Bampi/Arquivo

São eles, em ordem alfabética:

Airton da Farmácia (PV) com Ariel Albrecht (PV), Carlão da Triângulo (PSD) com Clóvis Sant’Ana (PSD), Carlos Zanin (Republicanos) com pastor Ramos (Republicanos), Edilson Magro (DEM) com Flávio Dias (PSDB), Osiel de Souza (Solidariedade) com Joaquim França (Rede), Pedro Ronny Argerin (PDT) com Careca (Podemos) e Vladimir Ferreira (PT) com Severino Ferreira (PT).

Em 15 de novembro os eleitores de Coxim vão ter de eleger uma dessas duplas para administrar o município pelos próximos quatro anos (2021/2024), além de 13 vereadores. Segundo o TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), Coxim tem 25.799 eleitores. Em 2016, o eleitorado era de 25.216 pessoas e 19.115 compareceram as urnas, ou seja 75,81%.

Na maioria das eleições de Coxim, desde que a democracia foi reestabelecida no Brasil com as eleições gerais de 1982, a disputa se limitou a dois ou três candidatos. Em apenas duas disputas – 1.982 e 1.992 – o município teve cinco candidatos a prefeito.

Em 1.982 cinco candidatos disputaram a cadeira de prefeito: Flávio Garcia da Silveira, Hervê Mendes Fontoura, Leo Mendonça do Amaral, José Raimundo dos Santos (eleito) e Ruy Otoni Rondon. Dez anos depois, em 1.992, Coxim voltou a ter cinco candidatos, com Elza Ignoti Kopcak, Idelso Berro, Moacir Kohl (eleito), Olivia Campos Melo Fontoura e Ruy Ottoni Rondon.

O Edição MS fez a linha do tempo das disputas eleitorais de Coxim. Confira:

1.982

  • José Raimundo dos Santos (PDS) - eleito com 1.959 votos
  • Flávio Garcia da Silveira (PMDB)
  • Hervê Mendes Fontoura (PDS)
  • Léo Mendonça do Amaral (PDS)
  • Ruy Ottoni Rondon (PMDB)

Em 1.982 os partidos podiam ter mais de um candidato a prefeito.

1.988

  • Flávio Garcia da Silveira (PTB) – eleito com 7.035 votos
  • Ruy Ottoni Rondon (PMDB)

1.992

  • Moacir Kohl (PMDB) – eleito com 6.111 votos
  • Elza Aparecida Ignoti Kopcak (PT)
  • Idelso Berro (PST)
  • Olívia Campos Melo Fontoura (PDC)
  • Ruy Ottoni Rondon (PDT)

1.996

  • Oswaldo Mochi Junior (PMDB) – eleito com 7.782 votos
  • Flávio Garcia da Silveira (PTB)

2.000

  • Oswaldo Mochi Junior (PMDB) – eleito com 11.446 votos
  • João Leite Schimidt (PDT)

2.004

  • Moacir Kohl (PDT) – eleito com 7.144 votos
  • Dinalva Mourão (PT)
  • Miron Coelho Vilela (PMDB)

2.008

  • Dinalva Mourão (PMDB) – eleita com 11.520 votos
  • Moacir Kohl (PDT)

2.012

  • Aluizio São José (PSB) – eleito com 8.459 votos
  • Clóvis Sylvestre Sant’Ana (PSD)
  • Edson de Oliveira (PRB)
  • Ubirajara Gonçalves de Lima (PT)

2.016

  • Aluizio São José (PSB) – eleito com 11.350 votos
  • Rubens Dantas (DEM)
  • Ubirajara Gonçalves de Lima (PDT)

2.020 – em disputa

  • Airton da Farmácia (PV)
  • Carlão da Triângulo (PSD)
  • Carlos Zanin (Republicanos)
  • Edilson Magro (DEM)
  • Osiel de Souza (Solidariedade)
  • Pedro Ronny Argerin (PDT)
  • Vladimir Ferreira (PT)
COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias